Dança do Dragão

bar

 
A dança chinesa do dragão

 

A dança e sua história

O dragão é um animal lendário. Na China, ele é um símbolo auspicioso e nobre. Também, ele é considerado o animal que consegue chamar a chuva. Numa seca, as pessoas sempre pediam chuva em frente de templos, usando a figura do dragão. Isso é um costume muito antigo.

A dança do dragão começou a ser documentada na Dinastia Han (206-220); até o fim da Dinastia Song (960-1279), esta dança ficou muito popular. Tradicionalmente, esta dança aparecia sempre em festejos que celebravam boa colheita ou clima favorável à agricultura, que mostram a prosperidade da vida. Mais tarde, esta dança virou também um show duma técnica folclórica especial. E Hoje ela parece muito em festejos diferentes, ou em inauguração de empresas e de eventos.

Sobre o dragão

Normalmente, o dragão nesta dança tem mais ou menos três metros. Ele tem três partes: a cabeça, o corpo e a cauda; e todas as partes são feitas de bambu ou, madeira, e papel ou tecido. Um outro tipo de dragão para usar à noite tem velas no seu interior, sendo chamado de " dragão de lanterna".

Os papeis na dança e algumas técnicas

Tradicionalmente, antes que a dança comece, há uma cerimônia para pintar os olhos do dragão. A cerimônia é bem importante porque a alma do dragão depende dos olhos, e o dragão é considerado vivo somente depois da cerimônia.

1. A bola do dragão

Na dança do dragão, há uma bola importante, que fica sempre em frente do dragão, tendo por função dirigir a dança. Esta bola é chamada de "a bola do dragão".

A pessoa que carrega a bola na dança é o comandante do grupo. Durante a dança, o dragão deve seguir a bola e mostrar que é ele quem está jogando a bola. Por isso, as atividades do dragão dependem totalmente da bola. Numa dança do dragão há mais de dez tipos diferentes de danças, por exemplo: o dragão sai da caverna, o dragão pega a bola, o dragão sobe o pilar etc. A pessoa que carrega a bola normalmente tem um apito para dar sinais para o grupo quando mudam as danças.

Além de ser o piloto do grupo, esta pessoa tem várias responsabilidades:

a) Ele guia o dragão para entrar no espetáculo para se apresentar;

b) Ele deve conhecer bem o espaço do espetáculo, para conduzir a dança corretamente;

c) Ele tem de usar a bola para guiar o dragão e cumprimentar o público antes da dança, e agradecer depois da dança;

d) As danças dragão são guiadas por ele. Por isso, sua técnica decide a qualidade da dança;

e) Ele guia o dragão para sair bonito do espetáculo. A retirada do dragão do espetáculo não é muito simples: se não é por causa de tirar fotos com o público, o dragão não pode ficar parado;

f) Durante a dança, a bola deve ficar sempre cerca de um metro em frente do dragão, e deve se movimentar e girar sem parar.

2. A cabeça do dragão

Dançar com a cabeça do dragão é o trabalho mais pesado nesta dança. A pessoa que carrega a cabeça deve ser alta e forte. Durante a dança, o dragão fica seguindo a bola, mantendo uma distância de cerca de um metro; ele se vira e pula, os olhos dele se concentram na bola, parece que vai engoli-la. Para interpretar bem a vitalidade do dragão, esta pessoa tem que correr e saltar muito.

Além da cooperação com a bola, a cabeça dirige também o corpo para fazer movimentos bonitos. Uma coisa bem importante é que a cabeça do dragão tem de ficar virando durante a dança, de modo a parecer que o dragão fica olhando tudo ao seu redor, para mostrar um estilo poderoso.

A maneira de dançar com a cabeça na mão muda conforme o peso da cabeça. Dragões pequenos normalmente conseguem se virar flexivelmente em todas as direções; dragões do tamanho médio se movem principalmente à direita e à esquerda, para cima e para baixo; dragões grandes têm cabeças que pesam mais de 15 quilos, que dá trabalho já para dançar para frente ou para trás.

É recomendável haver substitutos para a posição da cabeça; a substituição deve ser feita na pausa ou quando a cabeça se eleva no ar.

3. O corpo do dragão

As pessoas que dançam o corpo do dragão devem manter uma certa distância umas das outras, e devem seguir bem a pessoa da frente.

Quando o dragão sobe, as pessoas devem erguer o corpo tão alto quanto possível; se for necessário, podem pular. Quando o dragão desce, as pessoas têm de tomar cuidado para não deixarem o corpo do dragão bater no chão.

É muito importante juntar o time inteiro para fazer treinamentos, para ter harmonia; porque a alma e a força do dragão são mostradas nos movimentos do corpo e nas mudanças de altura. Um outro detalhe importante é manter o corpo do dragão remexendo toda a hora durante a dança, para mostrar a vitalidade dele.

4. A cauda do dragão

A pessoa que dança na cauda do dragão também deve ser alta e forte. A cauda já é mais pesada que o corpo; além disso, a dança parece viva quando a cauda se vira facilmente e fluentemente. Se a cauda ficar pouco móvel, a dança parecerá pesada, sendo como "puxar um cachorro morto".

Para dançar na cauda com flexibilidade, a pessoa precisa também de boas técnicas e de bastante treinamento. Durante a dança, a cauda deve ficar balançando, ela não pode ficar parada, nem pode bater no chão.

A cauda decide o âmbito dos movimentos do dragão.

5. As bandeiras do dragão

Numa dança do dragão, normalmente há um par de bandeiras. Pode-se usar as bandeiras para começar a dança e abordar o dragão no espetáculo. Além disso, pode-se começar a dança do dragão com a dança das bandeiras; ou fazer um círculo com mais bandeiras balançadas ao redor do cenário durante a dança, que simula o cenário em que o dragão está voando nas nuvens.

Tradicionalmente, as bandeiras são tão grandes que chegam a três metros. Para mexer uma bandeira de três metros de altura, a pessoa deve ser forte. Hoje as bandeiras não são necessariamente tão grandes.

6. E para terminar, a dança

O término da dança do dragão deve ser ágil e limpo. Uma coisa que se deve evitar no término é parar o dragão antes de retirá-lo do espetáculo.

Antes do término, a dança deve chegar a um clímax e o ritmo da música deve ser bem rápido, e parar repentinamente. A retirada do dragão é rápida, mantendo movimentos fortes. É um tabu parar o dragão em cena. Se houver pausa durante a dança, as pessoas têm de tomar cuidado para manter o dragão de uma forma bonita.

Emfim, a dança do dragão parece fácil e flexível, mas na verdade é um movimento pesado. Para que o dragão dance bonito e vivamente, é preciso bastante treinamento e a harmonia do time.

Os três pontos mais importantes da dança são a bola, a cabeça e a cauda do dragão. A coordenação desses três pontos decide a qualidade da dança. Se eles não se coordenarem bem, o dragão parecerá quebrado.

 

Agradeço ao site Contest por oferecer materiais!

 

 

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

Dança

 


©Minha China. Todos os direitos reservados. Informações disponíveis de graça. Só fale comigo.